Logo IABPesquisarMenuinstagramsetaAnteriorPróximofacebooktwitteryoutubewhatsappemaillinkedinAbrir

Biblioteca

GUIAS PARA O DESENVOLVIMENTO DE BAIRROS AMIGÁVEIS À PRIMEIRA INFÂNCIA (BAPIs)

As quatro publicações que constituem o conjunto de guias para o desenvolvimento de Bairros Amigáveis à Primeira Infância (BAPIs) oferecem ferramentas e conhecimentos baseados na realidade brasileira para que gestores urbanos e projetistas possam incluir a perspectiva da primeira infância e de seus cuidadores no planejamento, no desenho urbano e na gestão dos bairros.

Guia 1 – Estruturação de políticas públicas

Esse guia traz informações sobre a necessidade de considerar os requisitos dos bebês, crianças mais novas e seus cuidadores no plano de um bairro e os cinco objetivos a serem alcançados para um Bairro Amigável à Primeira Infância (BAPI): seguro, verde e livre, acessível, lúdico, inclusivo.

Guia 2 – Manual de políticas públicas

O objetivo deste manual é apresentar um panorama de políticas públicas e de materiais de indução e fomento ao projeto e a intervenções urbanas voltadas à primeira infância no País, e também extrair e combinar elementos de cada um desses canais a fim de dar suporte legal e técnico à prática de desenvolvimento de BAPIs.

Guia 3 – Diretrizes para desenho urbano

As diretrizes para desenho urbano apresentadas neste manual mostram como alcançar os objetivos estabelecidos no guia Manual de políticas públicas para o desenvolvimento de Bairros Amigáveis à Primeira Infância (BAPIs).

Nele são desenvolvidos os princípios e as estratégias com impacto no ambiente construído, trazendo uma aproximação da escala para apresentar as boas práticas de desenho urbano amigáveis ao grupo dos Bebês, Crianças mais novas e Cuidadores (BCC).

Guia 4 – Indicadores para monitoramento

Este manual oferece a gestores e técnicos urbanos um conjunto de métodos e de indicadores que estão relacionados com as estratégias de qualificação espacial apresentadas no guia Diretrizes para desenho urbano , de forma que tenham elementos suficientes para aferir os resultados de intervenções relacionadas à implantação de BAPIs em suas cidades.Os métodos de avaliação e de métricas de monitoramento contidos neste manual subsidiam e avaliam a eficiência das intervenções urbanas implementadas em uma determinada área, no cumprimento dos objetivos estabelecidos no Manual de políticas públicas para o desenvolvimento de Bairros Amigáveis à Primeira Infância (BAPI).